Conteúdo Extra

Um amor maior que todos os amores

“Eu vim para lhes dar vida, uma vida plena, que satisfaz.”
João 10:10b

Em tempos incertos, o mais certo, parece ser a morte, aquela de quem não escapamos, “o fim irremediável de todo ser que vive, pois tudo que  é vivo morre”. Chicó, Auto da Compadecida. A morte aparece como única e mais provável certeza, colocando lágrimas nos olhos, nó na garganta, incerteza, medo, ansiedade, desespero, angústia, conflito  revelando amores finitos.

Nesses tempos incertos encontramos em Cristo, mais do que respostas aos nossos questionamentos, encontramos um amor maior que todos os amores, maior que todas as angústias, um amor verdadeiro, que lança fora o medo. I João 4.18.

Em Cristo, no verbo encarnado, pessoas que andavam em direção à morte e estavam debaixo da sua sombra, recebem a sua luz Mateus 4.16, e essa luz gera amor verdadeiro, incalculável. Se revela, se mostra, se entrega, se sacrifica, não há nele manchas ou ciúmes. Um amor bom, sem inveja, sem injustiças, sem falhas, o maior de todos os dons e gerador de todas as coisas boas.

Cristo é amor que gera vida, e essa vida, não é uma vida qualquer, não é uma sobrevida, gera outras vidas, é boa persistente, abundante, eterna, vibrante, apesar das tribulações. Jesus é o Caminho, a verdade e a vida. João 14.6. Para a nossa vida o nosso amor. NEle somos mais do que vencedores, porque o seu amor que venceu na cruz. Romanos 8.37

Simmon Nascimento
Pres. JUBAB – BA